Por King Edward Lutamos

" Toda Rebeldia Anarquista provem da Rebeldia do REI contra a Autoridade Ilegitima que deu um Golpe de Representação na Monarquia ".

" Nenhum Anarquista por tal motivo aceita ou se submete a uma Autoridade Ilegitima que queira o Governar ".

sábado, 28 de junho de 2014

Libertários e os ensinamentos Sociais Católicos


Libertários e os ensinamentos Sociais Católicos

Imagem: Cardeais "Vermelhos e Negros"


Líderes da Igreja Católica, desde o cardeal Maradiaga até o próprio Papa Francisco, estamparam as manchetes ao longo do ano por criticarem supostas economias de livre mercado. De acordo com eles, trata-se de uma forma de idolatria que explora e exclui os pobres. A doutrina social católica enfatiza o compartilhamento e a ajuda aos menos afortunados e, por isso, clérigos como Oscar Maradiaga têm como alvo o que percebem como “causas estruturais da pobreza”.

Porém, ao identificar essas causas, os ataques do cardeal contra a liberdade de mercado se tornam problemáticos. Embora sejam compreensíveis as preocupações sobre o relacionamento entre ricos e pobres, sua fé nas intervenções positivas do estado é que são “enganosa”. Ironicamente, o “livre mercado” denunciado com tanto empenho por Maradiaga é produto de profunda e contínua coerção estatal, numa escala pouco reconhecida. Devemos, portanto, distinguir entre dois empregos da expressão “livre mercado”, para que não caiamos na armadilha que vitimou Maradiaga – a armadilha de se opor ao libertarianismo em princípio sem compreender de fato o sistema que ele prescreve.

Os mercados livres não precisam ser a encarnação da dominação corporativa mundial que testemunhamos atualmente. Para a tradição anarquista individualista, de fortes raízes nos Estados Unidos, o livre mercado era simplesmente a troca voluntária entre indivíduos soberanos, com direitos e liberdades iguais. Se aplicado de forma consistente, esse sistema levaria à distribuição da riqueza e das propriedades de forma mais igualitária, como alegavam os anarquistas, o que efetivamente acabaria com a exploração dos trabalhadores pobres.

Muitos defensores libertários atuais do livre mercado ainda incorporam essa tradição, argumentando que o libertarianismo não pode ser uma defesa do capitalismo corporativo ou de algum outro eufemismo retórico para descrevê-lo. Para nós, o livre mercado é um sistema em que os indivíduos podem fazer o que quiserem dentro das fronteiras estabelecidas pela igual liberdade dos outros – isto é, todos os indivíduos estão em pé de igualdade enquanto agentes que podem abrir seus próprios negócios, se apropriar de bens ou vender seu trabalho e seus produtos.

Sem os subsídios sistemáticos às grandes empresas, a profusão de novas oportunidades para a independência individual e o auto-emprego significariam uma mudança drástica no poder de barganha dos trabalhadores. As grandes corporações não teriam mais a prerrogativa de oferecer baixos salários para “pegar ou largar”, porque os indivíduos poderiam escolher sem tantas consequências negativas “largar”. Com os monopólios à terra garantidos pelo governo desintegrados, com a abolição das barreiras regulatórias e de licenciamento, com a emissão livre de moedas alternativas concorrentes, nenhuma empresa poderia crescer ou se tornar mais influente sem o serviço adequado a seus consumidores.

É isso que muitos libertários querem dizer quando falam sobre o livre mercado. Não somos apaixonados pelo poder corporativo e pela realidade do capitalismo global como supõem o cardeal Maradiaga ou aqueles da esquerda políticas – muitos de nós são muito mais críticos do sistema econômico vigente que qualquer pessoa na esquerda progressista mainstream. Se de fato houver algum problema nas narrativas libertárias contemporâneas, ele se encontra em sua defesa inconsistente dos princípios de livre mercado, não em sua devoção “férrea” e “radical” a elas.

Há poucas dúvidas de que o cardeal Maradiaga seja bem intencionado e que suas preocupações a respeito da desigualdade de renda e sua compaixão pelos necessitados sejam genuínas. Porém, a oposição libertária à agressão em todas as suas formas – inclusive a ações estatais “legítimas” – não é contrária a essas preocupações.

A pobreza e a exploração sistêmicas dependem da agressão. Os católicos devem ter cuidado com a caracterização de Maradiaga do libertarianismo como apologia à ganância e à destituição econômica. Se fosse isso, a maioria dos libertários que eu conheço o oporiam também.

Daniel S. D'Amato é advogado e associado sênior do Centro por uma Sociedade Sem Estado (c4ss.org)



Por: David S. D'Amato
Publicação: http://www.jornaldiadia.com.br/news/noticia.php?Id=30078#.U69X1i2g1Js

Partido de Quadros e Partido de Massas de Edward Black

Partido de Quadros e Partido de Massas de Sant Edward Black dos Ingratos




O Segredo Anarco Monarquista


O Segredo Anarco Monarquista

O Segredo Anarco Monarquista é que o Príncipe Russo Pietro Kropotikin rifou a Rússia para uma Experiência Anarco Monarquista e perdeu o Poder desta Revolução Russa para o avanço Bolchevique (Protestantes Vermelhos).

Eles desejaram juntar o Capital ao Poder Publico e a Rússia foi o Território dado para realização desta experiência Politica Histórica dos Anarquistas que perderam o controle da revolução idealizada para o avanço de radicais vermelhos do Poder Publico que viriam transformar um Ditador em um "Único Patrão" de toda a Rússia.

O resultado de misturar Capital ao Poder Publico foi as Ditaduras Populistas.

Você Rússia é meu Ursinho Blau Blau de brinquedo, minha experiência em Ciências Sociais entre Sócios das Listas com quem Capita as Listas, entre Socialistas e Capitalistas na Historias Realista.

Nesta Santa Ceia eu como mesmo, falo elado mesmo, digo tudo junto como os Alemães fazem e falo comomesmo, e falando elado eu digo "comunismo".


Prenderam o Lorde Rafael da Escócia no Brasil durante Manifestação contra a COPA da FIFA



Prenderam o Lorde Rafael da Escócia

Prenderam o Lorde Rafael da Escócia no Brasil durante Manifestação contra a COPA da Mafiosa FIFA no Brasil.

A Turma de "Edward Black" estão chegando e o Sistema de Inteligência do Brasil não é capaz de reconhecer Espíritos Ingleses, porque sera ?! Sera o dito popular que Português é Burro ?!!!

A Confraria Portuguesa Golpista fala de Capitanias Hereditárias Portuguesas, sendo a Catedral da SE pivô da Cidade em nome do Laranja Internacional Paulo, uma Catedral da Inglesa no Brasil, o viaduto do Chá eram as terras inglesas de plantação de chá, a Estação da Luz, o Palácio da Industria Têxtil eram todos em terrenos na Inglaterra ou seja em São Paulo todo o Centro eram terras de Inglês, onde nunca existiu aqui em São Paulo tais Capitanias Hereditárias Portuguesas.

Se souberem decodificar pelo menos o clã do MAP sabendo assim ler, entenderiam antes de tudo que a Guiana Inglesa até a Ilha de Malvinas se passar um traço é o famoso Tratado de Tordesilhas uma verdadeira Capitania Inglesa.

Rafael é um poliglota que fala cinco idiomas, já servil três exércitos de nações diferentes, passou 15 dias junto as FARC e foi recusado pelo Exercito Russo que reconheceu o Lorde Anarquista se infiltrando dentro de Exércitos das Nações por todo o Mundo.

O Problema daqueles que reconhecem a carne e seus desentendes é a falta de Inteligencia para reconhecer os Espíritos Monarquistas pelo Mundo, que organizam Grandes Levantes Populares pela volta do REI ao Poder no Mundo Anárquico.

Anarco Monarquismo no Brasil

Anarco Monarquismo no Brasil


O Anaco Monarquismo no Brasil reivindica a Guerra Civil Brasileira em Canudos, uma região Autónoma no Brasil que foi Auto Gerida e Governada por um Religioso Monarquista conhecido pelo nome de "Antônio Conselheiro".

A Região Autónoma de Canudos foi destruída pelas Tropas Militares Republicanas, regidas por Ricos Fazendeiros do Clã do Brasil.

Deixamos postado este Filme para os interessados na Historia Anarco Monarquista no Brasil.

A Liga Anarco Monarquica Russa


O que é Partido Anarco Monarquista ?!


Quem não conhece a Anarco Monarquia desconhece o processo revolucionario Russo. Os Anarquistas membros da Liga do Príncipe Pietro Kropotkin se lançaram em toda a Rússia a construir os "Sovietes Livres" como estrutura de Poder Popular qual substituirá o poder da burguesia que na Rússia ainda estava se consolidando. 
Salvador Dalli o Anarco Monarquista mais conhecido, declarou: A Anarco Monarquia é um sistema onde o Poder Central esta diminuído e centralizado somente em um REI dando total Liberdade e maior liberdade as bases politicas da Sociedade. Salvador Dali esta falando dos Sovietes na Rússia do Príncipe Pietro Kropotikin. 
Salvador Dalli é um entre muitos outros Anarco Monarquistas famosos qual se encontra em uma boa pesquisa na internet.
Em Resumo a Anarco Monarquia defende um programa politico de "conselhos populares (Sovietes)", onde o príncipe seria o representante da Federação de Conselhos Populares do Estado Anarco Monarquista, em Resumo o príncipe seria o representante da Republica Federativa Soviética.


Nota importante: 
1º O termo Soviete Livre é adotado depois, frente o controle destes pelo Partido Comunista.
2º O termo Federação substitui o termo Estado, já que para o Anarquismo Federação é o modulo Democrático Direto e Libertário.
3º Como observação é importante entender que tudo isto aconteceu na Rússia porque a Monarquia não tinha uma Base Social e Pietro Kropotkin tentou construir uma base social comunal para o Anarco Monarquismo Russo.

sábado, 14 de junho de 2014

Os Muito Loucos: Nazistas, Militontos e Sem Noção.




Os Nazistas:

Os Loucos vem aqui em Terra de Índio defender o Germanismo, e vão todxs sentar na Mandioca para entender que aqui já perderam.
Aqui é um Território dos filhos de Guaia com sua linda pele marrom, onde o hemisfério espiritual é indígena, onde a maior população é indígena.

Os Militontos:

Os outros loucos são da consciência politica periférica que acha que trabalhamos para eles, sem entender que trabalhamos para interesses econômicos e quem trabalha para interesses econômicos trabalha para a Inglaterra. Mesmo que seja lutar por um capital mais humanizado.

Os Sem Noção:

Porem os mais loucos são aqueles sem discernimento de nada, vivendo da ignorância total, da alienação televisiva, que se quer consegue perceber o outro e por isto não entende o diferente e os grupos diferentes que existem por aqui.

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Ponto positivo da Dilma perante 10 pontos negativos.


Ponto positivo da Dilma perante 10 pontos negativos.

A Dilma ganhou um ponto positivo perante 10 pontos negativos para com os Anarquistas.
Criou o decreto de Conselhos Populares (Sovietes).
Devemos verificar se serão livres e participativos.
Devemos verificar se servira como organismo popular.
E devemos deslegitimar o Congresso pelos Conselhos Populares.
Criar a Republica Soviética (Conselhista) Brasileira.
Descentralizar, democratizar, horizontalizar e federalizar o Poder Publico.
A Republica Federativa Conselhista é o Projeto Politico da Anarco Monarquia.
Porem a Anarco Monarquia poem fim a todo os trés poderes, dando poder ao REI, um único funcionário publico, com tarefas como todo outro funcionário publico e no lugar de muitos outros funcionários públicos.
E o REI legitima os Conselhos Populares como Poder Popular.


"Pelo fim da classe politica"

terça-feira, 3 de junho de 2014

Só ED é REI da Inglaterra

Só o ED é o REI da Inglaterra

"Bandeira do Senhor dos Caminhos"

Para a Inglaterra o que interessa é o desenvolvimento econômico mundial.

É contrario aos interesses da Inglaterra países corruptos que roubam os recursos do desenvolvimento econômico, para gerar mansões de privilegiados, enquanto o povo vive da miséria politica econômica.